Hamburguenses entregam mais de 47 mil declarações do IR à Receita

por Jornal Canudos

Exatamente 47.546 Declarações de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) foram recebidas pela Receita Federal a partir de Novo Hamburgo em 2018. O prazo para entrega da documentação encerrou na segunda-feira (30). O número na cidade superou a estimativa em 3%, já que a Receita esperava receber 46.276 declarações.

O mesmo também ocorreu em todos os 26 municípios da região atendidos pela Delegacia da Receita de Novo Hamburgo, onde a entrega foi superior à expectativa. Em alguns casos, como Presidente Lucena, o número foi superado em mais de 20%.

De acordo com a economista e professora do curso de Administração da Universidade Feevale, Katia Fernanda Isse, um dos fatores que pode ter ocasionado o crescimento no número de declarações foi o aumento do montante de pessoas que deve declarar anualmente. “Desde 1996, o governo federal não tem mais adequado às faixas do imposto de renda à inflação. Com isso, pessoas isentas até esta data passassem a ser obrigadas a declarar”.

Conforme ela, outra consequência foi a diminuição no valor tributável. “Quem ganha, hoje, dois salários mínimos, em torno de R$ 1,9 mil por mês, já é obrigado a declarar. Antigamente, com a inflação, o piso ficava em torno de R$ 3,5 mil”, afirma.

“Fazenda me deu visibilidade que nunca tive”, diz Feltes

Multas

O contribuinte deve ficar atento, já que a multa pode ser um valor maior do que o imaginado, isso porque o cálculo do imposto deve ser feito sobre o valor total do imposto devido e não apenas o valor que aparece como resultado final da declaração.

O débito para quem não entregou o documento no prazo é de, no mínimo, R$ 165,74, mas pode chegar até a 20% do imposto devido. A regra para cálculo é de 1% sobre o tributo em débito a cada mês de atraso.

A partir deste ano o programa passou a calcular automaticamente o valor do imposto com a multa, gerando o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf). Quem não entregou a declaração no prazo não precisa baixar o software novamente, apenas a atualização, disponível desde quarta-feira (2) no site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br).

Inscrições para o Enem 2018 começam na segunda-feira